O meu Twitter

domingo, 27 de setembro de 2009

Silves - Roubo de cabos de cobre

Silves: Gatunos fazem razia em posto de transformação de electricidade
Roubo de cabos de cobre


O perigo de electrocussão não foi suficiente para evitar o assalto ao posto de transformação de energia que serve o sistema elevatório de água da Cooperativa Agrícola de Rega de Silves, no sítio dos Queimados. Os larápios roubaram todo o material de cobre, causando avultados prejuízos.

"O que roubaram poderá valer uns 3500 euros no sucateiro, mas os danos causados orçam em uns 50 mil euros. Fomos nós que pagámos a instalação do posto, em 1968", diz António Neves, presidente da cooperativa.

O posto fica situado numa zona de pomares de citrinos, junto à ribeira do Arade, num edifício, com duas divisões, onde está também instalada uma bomba elevatória de água. Os larápios arrombaram a fechadura de uma porta para entrar e depois desligaram o sistema eléctrico para "roubar tudo o que era de cobre", relata António Neves, frisando que "havia cabos da grossura de um braço que três homens dificilmente conseguiriam carregar".

"Fui alertado sexta-feira para o sucedido e, pelas 17h00, fui ao posto da GNR de Silves mas disseram-me que não podiam deslocar-se nesse dia", relata o dirigente associativo, "só hoje [ontem] é que vieram cá dois militares", continua. António Neves explica ainda que não quer "criticar quem apenas cumpre ordens", mas pergunta "onde estão as autoridades?"

PORMENORES

INSEGURANÇA

"Existe insegurança no campo, como é exemplo o roubo de alfarroba. Tem de ser feita alguma coisa para que as pessoas não tenham um dia de se defender pelas suas próprias mãos", diz o presidente da cooperativa.

COOPERATIVA

A cooperativa é actualmente constituída por 110 cooperantes, que se dedicam essencialmente à produção de citrinos, numa área total de cerca de 50 hectares.

SEM CONDIÇÕES

"Não temos condições financeiras para investir num novo transformador de electricidade", afirma António Neves.

Fonte : CM

Sem comentários:

Pesquisar